segunda-feira, 28 de julho de 2014

Te amo

Hoje vou escrever, escrever que te amo. Não que eu queira casar com você ou que queira que apareça na minha porta com um buquê de flores e uns dizeres românticos, nem que os beijos que nunca demos, não é amor humano, de carne... Ouso dizer que é divino esse carinho.
Quero dizer que te amo, aqui assim. Que desejo que encontre aquela menina que te faça se sentir o cara, quero que ria das suas piadas e adore esse seu jeito moleque. Que essa menina goste dos seus amigos, até aqueles mais burros e bobos. Que ela se dê bem com sua família, que te cuide bem, que te ame, que você a ame. Que montem uma linda família...
E que no dia, bem lá no futuro, quando me encontrar me diga que leu esse texto, e que também me ama desse jeito.

Pra você meu possível afeto!