sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Como anda Tudo


Olá Turminha...
Antes de começar vamos deixar claro esse post foi escrito em dias diferentes... Consequêntemente são sentimentos diferentes...
Aqui tá uma bagunÃça... Coisas para fazer, correndo atráz de algo para garantir o futuro aprendendo coisas....Vivendo coisas... E mostrando que não é tão fraca, nem tão feliz... Nem tão forte, nem tão intocavel, nem tão simples, nem tão exótica.. Não ser nada além de você mesmo...
Esperando por alguém para tirar um coração do gelo...
Enfim fazendo o que se acha mais certo... Mas para quem?
Uma voz me diz "Veja quem você é o que você quer... Proponha o que lhe faz feliz, encare a realidade. A vida não é tão bonita, mas também não é um monstro.. Veja que Só você é capaz de ser o que você é, só você é capaz de sentir o que sente, como sente, para quem sente...."
Toda a vida é complicada, é cheia de caminhos, talvez esteja perdida... Não adianta fazer com que nada aconteceu...
É as vezes acho que sou várias em uma só, ou seja, tenho dupla tripla ou até quadupla personalidade (haha)
Beijos

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Conversar que viram post


Danielle: Bia
tenho q para d fik devendo
me: A gente tem que abrir um centro de ajuda
Tipo Mulheres que amam de mais
Mulheres que gastam de mais
mulheres que sofrem de mais
CARACA vai virar posr
post*
Danielle: rsrsrs
Conversa vai conversa vem.... coisas assim saem da cabeça...
Hoje estou meio down... Meio triste... Meio Sei lá... Tem coisas que eu quero que se realizem... Mas não se realizam tem coisas que eu não quero que aconteçam e acontecem... Sei que eu não sou quem dita as regras do jogo, que escrever os caminhos... Mas falta um pouco de sorte para mim... Falta o autor da história ver que eu também tenho que ter um final feliz...
Tenho que aprender a não ser assim... Mas no fundo queria ser mais assim.. Não triste... Mas mais solta.... Me revolto comigo mesma por cair na fraquesa, por deixar sentimentos me levarem... Por descobrir pontos que eu peco...
Principalmente por achar que eu deva abrir o meu salão para deixar as pessoas entrarem e quando menos espero elas estão lá na festa dentro do meu salão de festa... Acabando com a decoração que eu fiz para elas.
Essa ideia do salão é um metáfora que eu criei numa conversa com a Nanda e ela explica bem o que eu sinto...
Beijos tristes para vocês!!